Vá mais longe sendo proativo!

A proatividade é sem dúvidas uma das grandes habilidades dos profissionais de alta performance e com certeza uma das principais armas que uma pessoa pode utilizar para alavancar a sua carreira.

Não era pra ser assim mas infelizmente ainda existem pessoas que esperam as coisas caírem do céu ou que alguém tome a atitude no lugar delas. Proatividade é se antecipar a algum problema ou situação e isso faz uma grande diferença e uma grande falta no mercado de trabalho atualmente.

Somente para exemplificar e trazer clareza pra você, imagine que uma pessoa esteja carregando algum peso e nitidamente este peso irá cair das suas mãos caso ela não seja ajudada. Ao invés de observar o peso cair e gerar algum tipo de prejuízo pra ela, você proativamente corre para ajudá-la e evita que o pior aconteça. Este é apenas um exemplo que parece tolo e talvez você já esteja agindo desta forma. Mas eu quero te dar um outro exemplo, que talvez ainda não tenha se atentado. Dados do Fórum Econômico Mundial apontam que cerca de 75 milhões de emprego serão extintos do mundo até o ano de 2030. Eu não sei o que você pensou após ler a informação acima mas posso garantir que este pensamento diz muito sobre o quão proativo você é. Estes dados são baseados na quarta revolução industrial, também conhecida como indústria 4.0. E este momento está sendo considerado uma revolução porque impacta não só o modo de produção das fábricas como a vida das pessoas que estão fora destas. E onde eu entro nessa história Bruno? Então vamos lá! Este movimento que, diga-se de passagem, já está bem avançado em outros países trará muitos desafios do ponto de vista técnico e comportamental. Aquelas atividades de baixa complexidade que são realizadas de forma repetitiva por um ser humano, tendem a serem substituídas por máquinas cada vez mais inteligentes. Quando eu escrevo atividades repetitivas eu me refiro a tudo e não somente àquelas restritas ao chão de fábrica, advogados que não analisam uma causa a fundo, um médico que só prescreve medicamentos, recepcionistas que estão trabalhando apenas para agendar consultas, operadores de máquinas que não contribuem com ideias inovadoras, enfim, todas as atividades onde o profissional não gera nenhum tipo de experiência com o cliente.


E uma vez sabendo que isso já está bem avançado em outros países e que também já é uma realidade aqui no Brasil, como Coach que sou, só me resta perguntar: O que você pode fazer a partir de agora para encarar essa revolução de frente? Acredito verdadeiramente que não há ninguém melhor do que você mesmo para responder esta pergunta.


Cada vez mais os profissionais estão sendo avaliados pelas competências comportamentais, o que não significa que as competências técnicas devem ser colocadas de lado. Muito pelo contrário, os profissionais precisarão de novas habilidades técnicas para resolver problemas mais complexos com a industria 4.0 e por isso faz-se necessário alguma inteligência emocional para equilibrar os dois lados.


O que precisa ficar bem claro em sua mente é que a sua proatividade, ou a falta dela, impactará diretamente não só na sua carreira como na sua vida e na vida das pessoas a sua volta.

Um grande abraço e bora pra cima!!


Aproveite para assinar o site e receba as postagens fresquinhas no seu e-mail!


Curta, compartilhe e deixe o seu comentário! Siga-me nas redes sociais!!


CLIQUE AQUI E CONHEÇA O MEU CANAL NO YOUTUBE


SIGA-ME NO INSTAGRAM


CONECTE-SE COMIGO ATRAVÉS DO LINKEDIN


6 visualizações