Primeiro ou último da fila?

Atualizado: 17 de Out de 2019


Você já fez uma reflexão sobre em qual lugar da fila você se encontra? Em caso de necessidade de corte de mão de obra, você seria um dos primeiros ou um dos últimos a ser escolhido?


Se tivesse que dar uma definição para a demissão eu diria o seguinte: "A demissão é o somatório das atitudes e decisões erradas tomadas ao longo do tempo". Assim como muitos, eu também já fui demitido, e no fundo acredito que todos sabem o motivo exato pelo qual este fato ocorreu. Gosto de enxergar a demissão como um momento para refletir sobre o que foi feito e recomeçar uma nova caminhada com muito mais experiência e motivação.


Não trabalho e nem aconselho ninguém a trabalhar pensando na melhor forma de não ser demitido, e até considero isto uma grande bobagem. No entanto, em algum instante este momento chegará e alguém que estará acima de nós na hierarquia da empresa terá que decidir quem será o desligado. Devo admitir que não há nenhuma experiência comprovada e nem nenhum passo a passo que evite a demissão, até mesmo porque existem situações onde não há escapatória, porém, posso garantir, com conhecimento de causa, que há sim como se manter como uma das últimas ou quem sabe a última opção dentro do seu departamento. Aí vão algumas dicas que somadas aumentará suas chances de permanência na empresa :


DICA 1: SE RELACIONE BEM COM AS PESSOAS


Se você apresenta um bom desempenho e uma boa entrega das suas atividades e não possui um bom relacionamento interpessoal, as chances de um desgaste a longo prazo são grandes. O que vi ao longo dos anos foi que profissionais com este perfil não se sustentam por muito tempo e sempre estão visitando a temida lista de corte. Se relacionar bem é diferente de querer agradar a todo mundo e já adianto que isto é praticamente impossível. Mantenha um ambiente de trabalho colaborativo e harmonioso.


DICA 2: SUPERE AS EXPECTATIVAS


Quando realizar um serviço, entregue sempre um pouco a mais do que lhe foi solicitado. Imagine que a sua missão foi substituir 20 lâmpadas durante uma manhã, e na metade do tempo você concluiu o serviço e aproveitou para realizar o conserto de 03 que não estavam nem no radar do seu supervisor. Você acha que esta atitude deixaria uma boa impressão? Pode ter certeza que sim.


DICA 3: ESTABELEÇA UMA RELAÇÃO DE CONFIANÇA COM SEUS PARES E LÍDERES


Sempre opte pela verdade. Quando você é questionado sobre o andamento de uma determinada atividade e decide omitir alguma informação com o intuito de não demonstrar fraqueza ou falta de conhecimento, você acaba assumindo um risco muito alto e desnecessário. Uma hora, o problema virá a tona e colocará tudo que falou em total descredito. Assim como numa relação familiar, a confiança é a receita para o sucesso e o bom relacionamento.


DICA 4: ESTUDE E SE TORNE UMA REFERÊNCIA NA ÁREA EM QUE ATUA


Problemas desconhecidos são muito comuns dentro de um ambiente de trabalho. Quando se deparar com um deles certamente alguém o ajudará a solucioná-lo, e aí está o pulo do gato. Aprenda o que foi feito com detalhes para que numa próxima oportunidade não seja mais necessário a intervenção de outro profissional. Continue se aprimorando tentando absorver o máximo de informação, a ponto de o deixar totalmente independente dentro do seu departamento. Não tenha vergonha de perguntar, ainda que o assunto pareça óbvio, e aprender cada vez mais. Melhoria contínua sempre!


DICA 5: ANALISE O CENÁRIO E TOME DECISÕES


Existem situações em que as decisões podem gerar sérios danos para você e para a companhia e de forma alguma aconselho a tomada de decisões para dúvidas extremas. Por outro lado, há situações em que você certamente poderá tomar decisões sem consultar ninguém. Avalie os riscos envolvidos e caso chegue a conclusão de que se trata de uma decisão de baixo risco, assuma-a. Ao agir desta forma você estará contribuindo com o seu desenvolvimento e estimulando cada vez mais a sua independência.


Há muitas outras dicas que te levarão ao final da fila dos candidatos à demissão, isso mesmo, a não ser que sejamos donos do próprio negócio, todos nós somos candidatos. E com as dicas dadas acima, pode ter certeza que você será um péssimo candidato e terá muito menos votos que as outras pessoas, que por algum motivo, não optaram por fazer a diferença.


Abraços e sucesso sempre!!

Curta e compartilhe! Siga-nos nas redes sociais!!


CLIQUE AQUI E CONHEÇA O NOSSO CANAL NO YOUTUBE


SIGA O MEU DIFERENCIAL NO INSTAGRAM


SIGA O MEU DIFERENCIAL NO LINKEDIN


Sinta-se a vontade para curtir e deixar o seu comentário e/ou sugestão de tema para os próximos posts!


Aproveite também para assinar o site e receber as nossas atualizações!


"Fazer a diferença não é uma opção, é uma obrigação para aqueles que querem tornar o nosso mundo cada vez melhor."

Bruno Ribeiro


17 visualizações